capa

 

Nesta segunda-feira (26),  o Ministério do Turismo divulgou no Diário Oficial da União, o novo Mapa do Turismo Brasileiro 2019 - 2021. Londrina foi elevada à categoria A, juntando-se a Curitiba e Foz do Iguaçu. Na categoria A estão os municípios com maior fluxo turístico e maior número de empregos e estabelecimentos no setor de hospedagem pelas pesquisas feitas pelo Ministério do Turismo.

 

A cidade não mediu esforços, em todos os aspectos, e foi reconhecida e recompensado nesta atualização, que vai ajudar em muito, a desenvolver ainda mais o turismo na região", disse o presidente da Paraná Turismo, Jacob Mehl.

 

Esta é mais uma conquista de forças produtivas da cidade, que repercutirá em todo país e também internacionalmente em termos de captação de eventos e de turismo de negócios. A elevação de Londrina  coroa também os esforços que a equipe da Prefeitura faz para tornar a cidade mais ágil, mais moderna e ainda mais bela", comemorou o prefeito Marcelo Belinati.

 

Explanou a diretora de Turismo da Codel (Instituto de Desenvolvimento de Londrina), Maitê Uhlmann, explicou que os municípios definidos na categoria A acabam por receber mais atenção e investimentos. "Isso poderá ser revertido no aporte de recursos para Londrina. O reconhecimento é fruto do árduo trabalho que o setor, juntamente com a Prefeitura, está desenvolvendo na nossa cidade", frisou. 

 

A diretora  citou ainda que há cidades nas quais o turismo é focado nas opções de lazer em entretenimento. Para ela, Londrina tem como foco o turismo de eventos e negócios, com ampla gama de opções, incluindo área científica e acadêmica, rural, de experiências, entre outros. "Sempre lutamos muito para atrair grandes eventos para a nossa cidade, que antes ficavam mais concentrados nos polos de turismo de lazer. E temos buscado mostrar, para o poder público federal e estadual, que o turismo de negócios e eventos é tão importante quanto o de lazer, e que somos uma cidade de economia diversificada", detalhou.


Maitê ainda ainda salientou, que a reclassificação de Londrina para o nível máximo do Mapa do Turismo Brasileiro motiva a todos os envolvidos na governança de turismo local. "Temos um trabalho árduo e contínuo, e pela primeira vez atingimos esse patamar. É um reconhecimento de que Londrina é uma cidade turística, e tem um altíssimo potencial. Isso deverá impactar nas políticas estaduais de desenvolvimento turístico e, por sua vez, na cidade como um todo."

No total de 2.694 cidades de 333 regiões turísticas do país foram validadas pelo Ministério e incluídas na atualização da plataforma. No estado do Paraná são 14 regiões turísticas, segundo o novo Mapa. Para o presidente da Paraná Turismo, Jacob Mehl, os números mostram crescimento do Estado no segmento. "O estado mostrou amadurecimento, comprometimento e organização dos municípios, que estão levando a sério o turismo como atividade de desenvolvimento", disse ele.

 

Entre os benefícios do Mapa do Turismo estão a categorização dos municípios turísticos, de A a E. Essa classificação é um instrumento de acompanhamento do desempenho das economias turísticas locais. Além disso, ele subsidia a priorização de investimentos por programas do Ministério do Turismo, incluindo ações de infraestrutura, qualificação profissional e promoção dos destinos, observando características peculiares de demanda e vocação turística.
 


para acessar o novo  Mapa do Turismo está disponível para consulta no site www.mapa.turismo.gov.br e conta, ainda, com a emissão de certificado digital para os municípios que o compõem. A certificação é uma maneira de comprovar que o município está inserido no Mapa e faz parte do rol de 2.694 destinos brasileiros que trabalham o turismo como política de desenvolvimento econômico e geração de emprego e renda.