capa

Nesta sexta (23), o Governador de São Paulo João Dória, sancionou a lei que garante a gestantes a possibilidade de optar pelo parto cesariano a partir da 39ª semana de gestação, bem como a analgesia, mesmo quando escolhido o parto normal.

Segundo Dória, é justo que todas as mulheres tenham direito à cesariana em maternidade ou hospitais da rede pública estadual. Destacou também que a gestante deverá ser informada sobre os benefícios do parto normal e riscos de sucessivas cesarianas.

"No caso do parto normal, a analgesia peridural é uma forma da mulher vivenciar a experiência de ser mãe de maneira mais humana e indolor, com mais conforto e, o melhor, na companhia do pai do bebê ou outro acompanhante de sua escolha", declarou Dória.

A mulher que optar pela cesária deverá registar sua vontade em um termo de consentimento informado em linguagem de fácil compreensão. O parto também deve ser planejado durante as consultas de pré-natal.