capa

A Prefeita Almira Garms assinou decreto nesta sexta-feira, 29, estabelecendo os critérios para a retomada das atividades econômicas em Paraguaçu Paulista a partir de segunda-feira, dia 1º de junho.

Conforme o Decreto nº 6.566, a reabertura gradual das atividades sociais e econômicas após o término da quarentena não significa o relaxamento das medidas sanitárias, devendo ser respeitados os protocolos de convivência e de distanciamento social voltados ao combate do novo Coronavírus, causador da Covid-19.

O decreto estabelece ainda que a cada sete dias a situação epidemiológica será reavaliada pelo Comitê de Gerenciamento de Crise e os protocolos flexibilizados ou intensificados, se necessário; ou seja, a liberação completa das atividades estará condicionada à evolução da situação epidemiológica no município e à capacidade de atendimento dos serviços de saúde, tendo como orientação as normas definidas pelas autoridades estaduais e federais.

Segundo o decreto, poderão voltar a funcionar a partir de 1º de junho de 2020, desde que adotem os protocolos estabelecidos, as Atividades Imobiliárias; Concessionárias; Escritórios em Geral; Bares, restaurantes e similares (Setor de Alimentação); e Comércio (Estabelecimentos Comerciais - Lojas e afins).

Permanecem proibidas as atividades de exposições em geral, bailes e festas comunitárias; atividades de casas noturnas, salão de festas e estabelecimentos congêneres; a promoção de eventos que geram aglomeração, inclusive esportivos e culturais; as atividades do Cine Teatro, museus, bibliotecas e espaços culturais; as visitas a centros de convivência e instituições de longa permanência para idosos; as aulas presenciais da Rede Municipal de Ensino e Particular; e qualquer outra atividade que gere aglomeração de pessoas e contribua para a proliferação do contágio pelo novo Coronavírus, causador da Covid-19.

Fica estabelecido que os grupos de risco devem continuar em isolamento social.

A TV Paraguaçu não conseguiu ter acesso ao decreto completo, com os critérios determinados para cada atividade. O documento foi publicado na edição deste sábado (30) do Jornal A Semana, que é o jornal oficial do município.