capa

A atriz Regina Duarte quer demitir o presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte), Dante Mantovani, um seguidor das teses neonazistas de Olavo de Carvalho, o guru do clã Bolsonaro. A nova secretária da Cultura já consultou Humberto Braga, que presidiu a Funarte durante o governo golpista de Temer, em 2016.

Caso Braga aceita o convite será o primeiro conflito aberto entre Regina Duarte e os seguidores do jornalista Olavo de Carvalho infiltrados na pasta.

Mantovani, nomeado por Roberto Alvim, é um ativo militante olavista, defensor do terraplanismo e que associou o rock ao satanismo. “O rock ativa a droga que ativa o sexo que ativa a indústria do aborto”, disse ele.

Mantovani disparou ainda a seguinte pérola do pensamento naziolavista: “E a indústria do aborto alimenta uma coisa muito mais pesada, que é o satanismo. O próprio John Lennon disse abertamente, mais de uma vez, que fez um pacto com o Satanás”.