capa

Um  homem foi preso nesta quarta-feira (13) após agredir um médico obstetra durante o atendimento a uma paciente em trabalho de parto. O caso aconteceu no Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí, Santa Catarina. De acordo com a Divisão de Investigação Criminal (DIC), a agressão foi motivada por ciúmes.

Por meio de nota, o hospital afirma que o homem “já teria avisado ao médico que não tocasse na mulher dele quando ele não estivesse por perto”.

“Contudo, ela entrou em trabalho de parto e o marido estava trabalhando. Quando ele chegou na unidade de saúde, partiu para cima do obstetra, agredindo”, continua a nota.

O Hospital informou que o médico sofreu lesões graves e precisou ser submetido a uma cirurgia reconstrutiva da face. “A paciente foi atendida dentro dos protocolos do Ministério da Saúde (MS). A maternidade tomará todas as medidas para dar suporte ao médico agredido, e para que o agressor suporte as consequências legais dessa atitude”, conclui a nota.

Agressor preso

Segundo a polícia, o agressor é professor de luta e possui registros policiais por ameaça e lesão corporal. Ele foi preso em flagrante e levado pra central de Plantão Policial (CPP), de Itajaí.