capa

Os Responsáveis por convidarem milhares de pessoas a investirem na Unick Forex agora estão promovendo outro esquema. Os famosos “líderes” e “diamantes” já estão invitando investidores para uma nova pirâmide financeira, com a velha promessa de alto retorno por mês.

Apesar desses esquemas fraudulentos deixarem a maioria no prejuízo, ele é muito lucrativo para quem entra primeiro e convida novas pessoas a investirem.

Rangel Andrades, triplo-diamante e um dos maiores líderes da Unick, ilustra bem esse caso. Ele conta com mais de 40 mil inscritos no Youtube e usa o espaço para fazer vídeos angariando novos clientes para as empresas a que ele se associa.

Com a queda da Unick, ele deletou todos os vídeos que fazia referência a empresa e já começou a divulgar mais uma pirâmide financeira: a MoGuRo Club.

Seu passado, no entanto, não começou na Unick. Antes de 2017, ele teve envolvimento com uma empresa chamada Velox10, que chegou a dar golpe em investidores até no Quênia.

Andrades também já se apresentou como líder da Telexbit. Ambas empresas foram identificadas como sendo um esquema de pirâmide financeira que usava o bitcoin como isca.

Vídeos relacionados a essas empresas foram todos apagados do Youtube, assim como feito com os vídeos da Unick recentemente.

Além dos vídeos antigos, Andrades também apaga comentários nos vídeos recentes de seu canal para não deixar que vítimas passadas influenciem futuros investidores da sua rede.

O Portal do Bitcoin acompanhou os comentários em uma live realizada por ele e sua equipe antes de serem apagados.

“Estragou a vida de milhares de pais de família, como você teve coragem? Como consegue dormir a noite, seu monstro?”, questiona um espectador.

“Esse Rangel Andrades é piramideiro, cuidado galera, abra o olho e pesquise o que aconteceu na Unick”, diz outro assinante do canal no Youtube.

Migração para a MoGuRo Club

Rangel Andrades não foi o único a abandonar a Unick após prisão de dez pessoas envolvidas no esquema fraudulento. Outros ex-líderes que usam o Youtube como seu principal meio de divulgação também estão divulgando a MoGuRo Club.

Eduardo Tamir da Silva, responsável pelo canal Efatá Bitcoin, que conta com mais de 35 mil inscritos, deletou todos os vídeos com referência a Unick.

Silva é morador de São Paulo e apóstolo da Igreja Restauração do Povo de Deus. Ele também faz vídeos religiosos ao vivo em seu Facebook pessoal.

Prática comum de quem divulga esses esquemas, Efatá Bitcoin também bloqueia comentários em seus vídeos.